segunda-feira, 9 de junho de 2014

Artrose: exercício ou repouso?


A artrose é uma doença degenerativa do tecido cartilaginoso que envolve o osso, o que provoca inflamação e dor. Por causa dessa dor, é comum a pessoa diminuir a utilização da articulação afetada. Isso piora o quadro, ao fazer com que os músculos e tendões atrofiem com o tempo, ficando ainda mais fracos.

Vale lembrar que músculos fortes e com uma boa elasticidade servem de amortecedores de forças externas, aliviando assim as articulações. Ai é que entram os exercícios. Pessoas com artrose que fazem exercícios físicos experimentam melhora da dor.

O programa de exercícios físicos engloba condicionamento cardiovascular, aumento da flexibilidade articular, alongamento facilitado, aumento da força muscular, resultando em uma melhora da função motora e diminuição dos sintomas.

Exercícios físicos na água, como hidroginástica e caminhar na água, são ótimos para quem tem artrose. A água ajuda a sustentar o peso corporal e alivia a carga das articulações. Porém, exercícios com muito impacto e excesso de esforço devem ser evitados.

Procure um profissional da área, ele tem condições de indicar as melhores opções de exercícios para você. Comece hoje a mudar seus hábitos de vida desde sua alimentação, descanso e prática de exercícios. Você sentirá a diferença em sua vida.

Portal Natural
Imagem: Algarvepress

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Capim Cidreira


O capim-limão é uma planta medicinal, também conhecida por erva-príncipe, com odor semelhante ao limão quando suas folhas são cortadas e que pode ser utilizada no tratamento de diversas doenças.

O capim-limão também é conhecido por: capim-cidreira, capim-santo, capim-cheiroso, capim-cidrão, chá-de-estrada, capim-cidró, capim-catinga ou citronela de Java e seu nome científico é Cymbopogon citratus.

Ela pode ser comprada, em forma de planta, em algumas lojas de produtos naturais ou, sob a forma de chá, em alguns mercados.

Para que serve o capim-limão

O capim-limão serve para ajudar a digestão e é muito utilizado para curar problemas no estômago, além de tratar inchaços, depressão, agitação, insônia, infecções da pele, dor muscular, tosse, asma, catarro, dor de cabeça, febre, transpiração, pé-de-atleta, convulsões, diarreia, doenças do fígado, reumatismo, rins, stress, tensão muscular e pele oleosa.

Propriedades do capim-limão

O capim-limão possui propriedades calmantes, antibactericidas, diuréticas, desinfetante e antidepressiva. Por conter óleo essencial de citronela é, também, um excelente repelente de insetos.

Modo de uso do capim-limão

A planta do capim-limão atua como repelente natural de insetos, mas ela pode ser consumida em forma de chá ou utilizada em forma de compressas para acalmar dores musculares.

Chá: Colocar 1 colher (chá) das folhas picadas de capim-limão numa xícara e cobrir com água fervente. Tapar, esperar amornar, coar muito bem e beber a seguir. Tomar de 3 a 4 xícaras por dia.
Compressas: Preparar o chá e depois mergulhar um pedaço de pano limpo nele, aplicando na região dolorida. Deixar atuar por pelo menos 15 minutos.

Efeitos colaterais do capim-limão

Quando utilizada externamente pode queimar a pele, se depois de aplicar a planta, o indivíduo expor-se ao sol, e por isso, é preciso lavar a região tratada após cada utilização. Pode baixar a pressão e causar desmaio.

Contraindicações do capim-limão

O capim-limão está contraindicado em casos de dor abdominal ou gastrite, assim como durante a gravidez porque ele pode causar aborto.

Tua Saúde

Pata-de-vaca


A pata-de-vaca é uma planta medicinal, também conhecida como mão de vaca, pata ou unha de boi, muito utilizada para complementar o tratamento medicamentoso da diabetes.

A pata-de-vaca é uma árvore brasileira com um tronco espinhoso que produz flores grandes e exóticas, geralmente brancas, mas algumas vezes podem adquirir a tonalidade avermelhada.

O seu nome científico é Bauhinia foticata e as suas folhas podem ser compradas em lojas de produtos naturais e algumas farmácias de manipulação.

Para que serve a pata-de-vaca

A pata-de-vaca serve para tratar cálculos na bexiga ou nos rins, diabetes, hipertensão arterial, hemofilia, anemia, tratamento para obesidade, doenças do coração e doenças urinárias.

Propriedades da pata-de-vaca

As propriedades da pata-de-vaca incluem sua ação analgésica, depurativa, diurética, hipoglicêmica, laxante, purgativa e vermífuga.

Modo de uso da pata-de-vaca

Para fins medicinais são utilizadas as folhas da pata-de-vaca.

Chá de pata-de-vaca: Adicionar 2 folhas de pata-de-vaca em meia xícara de água fervente e deixar repousar por 5 minutos. Beber o chá 3 vezes ao dia.
Efeitos colaterais da pata-de-vaca

O efeito colateral da pata-de-vaca é o aumento do efeito dos medicamentos anti-diabéticos. Por isso, os pacientes com diabetes devem consultar o endocrinologista antes de iniciar a ingestão da planta.

Contraindicações da pata-de-vaca

A pata-de-vaca está contraindicada na gravidez, para mulheres em fase de amamentação e em indivíduos com crise de hiperglicemia.

                                                         ****************

INDICAÇÃO: Chá de Pata de vaca => Combate a diabetes, (para o pâncreas produzir mais insulina), reduz o colesterol, emagrecedor e diurético. Usado também para problemas no fígado, intestinos e estômago, rins, diarréias, impedindo o aparecimento de açúcar na urina, insuficiência urinária, prisão de ventre, nos casos de poliúria ou urina solta.

COMO FAZER: Coloque 2 colheres de sopa de erva para um litro de água, quando a água alcançar fervura, desligue. Tampe e deixe a solução abafada por cerca de 10 minutos. Em seguida, é só coar e beber.

COMO BEBER: Tomar de 2 a 3 xícaras ao dia.

Fonte: Tua Saúde e Chá & Cia

Quebra-pedra


Quebra pedra, de nome científico Phyllanthus niruri L. é uma planta medicinal de origem europeia e asiática, que pode ser utilizada principalmente em caso de pedras nos rins. Ela também é conhecida por pimpinela branca, saxífraga, arranca-pedras, erva-pomba, quebra-panela, saúde-da-mulher, conami e fura parede.

A quebra-pedra possui ação antiespasmódica, anestésica e de relaxamento muscular específica para os ureteres, e por ser diurética e aumentar a eliminação do ácido úrico pela urina é muito eficaz no combate à pedra nos rins.

Propriedades da quebra-pedra

Diurética, analgésica, anti-inflamatória, adstringente, antiblenorrágica, antidiarreica, relaxante, desobstruente, anticancerígena e anti-infecciosa pois possui ácido linoleico, linolênico e ricinoleico, compostos fenóicos, vitamina C, lignanas, triterpenóides, flavonóides, quercetina, rutina, astragalina, nirurina, fisetina, glicosídeos, triacontanal, hipofilantina, derivados flavonicos, triterpenóides, esteróides e estradiol.

Para que serve a quebra-pedra

Pedra nos rins, cólica renal, infecções respiratórias, catarro, ácido úrico elevado, amenorreia, desinteira, inchaços, gota, gangrena, problemas na próstata, hepatite B, falta de apetite.

Modo de uso da quebra-pedra

Chá: Ferver por 10 minutos em 1 litro de água, 10 g das folhas secas da quebra-pedra. Consumir de 2 a 3 xícaras por dia.

Efeitos colaterais da quebra-pedra

O chá de quebra-pedra não deve ser tomado por mais de 21 dias pois pode ser tóxico. Por isso recomenda-se tomar o chá por até 3 semanas, fazer uma pausa de 1 semana e então voltar a tomar o chá.

Contraindicações da quebra-pedra

Não deve ser utilizado em grávidas, crianças e mulheres que amamentam.

Fonte: Tua Saude

Sucupira


A sucupira, de nome científico Pterodon Pubescens Benth, é uma planta medicinal que pode ser utilizada para combater a dor e a destruição das articulações.

Para que serve a sucupira

Combater a artrite, artrose, reumatismo, inibir a dor, excesso de ácido úrico, amigdalite, dor de garanta, feridas, diabetes, cisto no útero, inflamações, sífilis.

Propriedades da sucupira

Tônica, estimulante. Suas sementes contém flavonoides, cumarinas, saponinas, esteroides e óleo essencial que atuam como analgésico, anti-inflamatório, antirreumático, antioxidante e anti-carcinogênico.

Modo de uso da sucupira

A sucupira pode ser utilizada em forma de chá ou em cápsulas por até 15 dias.

Chá: Ferver 4 sementes de sucupira juntamente com 1 litro de água e beber durante o dia.
Cápsulas: tomar de 2 a 3 cápsulas ao dia para um melhor efeito.
Efeitos adversos da sucupira

A sucupira não tem efeitos adversos sendo bem tolerada.

Contra Indicações da sucupira

Seu uso é desaconselhado para crianças com menos de 12 anos e durante a gravidez.

Vídeo: Chá de Sucupira
Fonte: Tua Saúde


quinta-feira, 22 de maio de 2014

Unha de gato


A Unha de gato também conhecida como Herinha é uma planta medicinal que cresce em forma de cipó formando arbustos trepadores. Possui folhas verdes claras com espinhos levemente curvados, seu caule de cor marrom avermelhado e creme pode armazenar água em seu interior para suprir suas próprias necessidades.

A unha de gato possui propriedades medicinais anti-inflamatória e reativadora da imunidade e pode ser usada no tratamento de amigdalite e artrite. Ela pode ser comprada em muitas lojas de produtos naturais e seu nome cientifico é Uncaria Tomentosa.

Para que serve a Unha de gato

A unha de gato serve para úlcera, candidíase, bursite, gastrite, hemorragia, rinite, asma, virose, próstata, inflamações nas articulações, artrite, amigdalite, reumatismos, problemas de pele, disenteria, herpes, mioma, gonorreia e reduz a pressão sanguínea.

Propriedades da Unha de gato

A unha de gato tem propriedade analgésica, antioxidante, anti-inflamatória, imunoestimulante,anti-reumática, antiviral, afrodisíaco, regeneradora celular, reguladora menstrual, contraceptiva, antipirética e diurética.

Modo de uso da unha de gato

A unha de gato  pode se utilizada em forma de chá das folhas e raízes desta planta, tinturas ou em capsulas vendidas em farmácias de medicamentos naturais.

Para o chá de unha de gato: Usar 20g de cascas e raízes de unha de gato para 1 litro de água. Ferver os ingredientes por 15 minutos, em seguida deve-se retirar o chá do fogo e deixar repousar no recipiente tampado por 10 minutos, em seguida coar e tomar. Recomenda-se tomar o chá de unha de gato de 8 em 8 horas, entre as refeições.
 Para orientações referente a doses diárias necessárias um especialista em fitoterapia deve ser consultado.

Efeitos colaterais da unha de gato

A unha de gato se usada em altas doses pode causar efeito anticonceptivo, diarreia, náuseas e prisão de ventre.

Contraindicações da unha de gato

O uso de unha de gato é contraindicado para grávidas, mulheres que amamentam, pessoas com alergia a planta.
Pacientes transplantados, com problemas gástricos, com esclerose múltipla e tuberculose não devem fazer uso da unha de gato.

Fonte: Tua Saude

Sene


O sene é uma planta medicinal, também conhecida como Sena, Cássia, Cene, Lava-pratos, Mamangá, muito utilizada para tratar problemas intestinais.

O seu nome cientifico é Cassia angustifolia e pode ser comprada em lojas de produtos naturais e algumas farmácias de manipulação.

Para que serve o sene

O sene serve para ajudar no tratamento de prisão de ventre, cólica biliar, febre, gases, fissura anal, hemorroidas, impinge, doenças venéreas, doenças causadas por fungos, pressão alta, colesterol alto, doenças da pele e dos olhos.

Propriedades do sene

As propriedades do sene incluem sua ação laxante, purgativa, carminativa, antiácida, depurativa e vermífuga.

Modo de uso do sene

A parte utilizada do sene são suas folhas, na forma de cápsulas ou para fazer chá.

Chá de sene: Colocar ½ colher (de sopa) de sene em 250 ml de água fervente e deixe descansar por 5 minutos. Beber a seguir, 2 a 3 xícaras por dia.

Efeitos colaterais do sene

Os efeitos colaterais do sene incluem vômitos, cólicas, diarreia, aumento do fluxo menstrual, carência de potássio, diminuição das hemoglobinas e nefrite, se utilizado em excesso.

Contraindicações do sene

O sene está contraindicado em casos de hipersensibilidade ao sene, gravidez, lactação e crianças menores de 12 anos, obstrução e estenose intestinal, atonia, doenças inflamatórias intestinais apendicite, estados inflamatórios uterinos, cistite, insuficiência hepática, renal ou cardíaca, náuseas, vômito, estados de desidratação severa, hemorroidas, sintomas abdominais não diagnosticados e constipação crônica.

Fonte: Tua Saúde