terça-feira, 25 de março de 2014

Cúrcuma


 A cúrcuma é uma planta de origem asiática e da Índia, embora atualmente se cultive em muitas partes do mundo com clima quente e úmido. A cúrcuma utiliza-se na cozinha como tempero de alimentos. Além de dar um toque aromático às comidas e talvez algo exótico, também conta com muitos benefícios para a saúde.

Benefícios da cúrcuma na vida diária

A cúrcuma utiliza-se para melhorar a digestão e também ajuda a reduzir os gases e a diminuir o inchaço de estômago.
É uma boa aliada para os diabéticos, uma vez que ajuda a reduzir o açúcar no sangue.
Também pode ser um expectorante pelo que pode ser utilizada nos resfriados para aliviar os pulmões e eliminar a mucosidade bronquial, abrindo as vias respiratórias.
A cúrcuma também é benéfica se se aplicar de forma tópica podendo tratar doenças na pele como a psoríase.
Ao ter propriedades antissépticas também é benéfica para tratar cortes e feridas.
O seu consumo também aumento o fluxo de bílis e ajuda a decompor a gordura das comidas, podendo-se utilizar como suplemento nas dietas e sendo benéfica para o fígado.

Propriedades medicinais

A cúrcuma não serve apenas como especiaria para a cozinha, mas também tem propriedades medicinais. Desde os tempos antigos que é utilizada para aliviar mau-estar sobretudo gastrointestinal. Também é conhecida como antisséptica para feridas e queimaduras.
Os cientistas encontraram um composto na cúrcuma chamado curcumina que é a maior responsável dos benefícios para a saúde. Este composto possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

A curcumina

A curcumina faz com que a cúrcuma tenha propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Quanto às propriedades anti-inflamatórias, a curcumina é popular entre as pessoas que sofrem dor nas articulações ou que sofrem de artrite. Para os desportistas também será recomendada porque ajuda a manter as articulações em bom estado evitando que se inflamem.
Também tem outras propriedades bastante importantes como anti-cancerígenas. Além disso, a curcumina também ajuda as funções cerebrais através da proteção das neuronas. Trás consigo a esperança para ajudar a prevenir a doença de Alzheimer.
Outro benefício é que tem propriedades anti-coagulantes, tendo a capacidade de ajudar a diluir o sangue reduzindo a oxigenação da placa nas paredes das artérias. Por isso, é benéfica também para as pessoas com a pressão arterial alta ou o colesterol alto, protegendo contra os ataques de coração e acidentes cerebrovasculares.

Para que serve a cúrcuma

A cúrcuma serve para o tratamento de problemas do fígado, de artrite e digestivos. Além disso, pode ser utilizada como remédio caseiro para tratar a icterícia, problemas de pele e o desconforto da TPM, por ser um excelente anti-inflamatório e analgésico.

Graças ao seu princípio ativo, a curcumina, que possui um potencial bactericida, pode até prevenir o câncer.

Propriedades da cúrcuma

As principais propriedades da cúrcuma são a sua ação anti-inflamatória, antioxidante, antimicrobiana, digestiva, analgésica e anti-carcinogênica.

Modo de uso da cúrcuma

A parte mais utilizada da cúrcuma é o seu rizoma, no entanto, as suas folhas também podem ser utilizadas na preparação de alguns chás.

Infusão de cúrcuma: Colocar 1 colher de chá de pó de cúrcuma em meio litro de de água fervente e deixar repousar por 15 minutos. Depois de amornar beber até 3 xícaras por dia. Pode ser adoçado com mel.

Efeitos colaterais da cúrcuma

Os efeitos colaterais da cúrcuma estão relacionados com sua utilização excessiva, podendo causar irritação no estômago e enjoo.

Contraindicações da cúrcuma

A cúrcuma está contraindicada para grávidas, pacientes em tratamento de problemas da vesícula biliar ou para quem se encontra a usar anticoagulantes e anti-inflamatórios não-esteroides.

Saúde e Tua Saúde
Imagem: Clube batom

segunda-feira, 17 de março de 2014

Casca de Jatobá para Cicatrizar Feridas


A casca de jatobá é um ótima para cicatrizar feridas, pois ela possui propriedades antibacteriana e anti-inflamatória, que facilitam a cicatrização e evitam a infecção, e ação antioxidante e estimulante que ajudam ao desenvolvimento de uma nova pele lisa e macia.

Ingredientes

2 colheres (de sopa) de casca de jatobá
1 litro de água
Modo de preparo

Colocar as cascas, devidamente limpas, em uma panela juntamente com a água e deixar ferver por 15 minutos. Depois deixar esfriar, coar e beber a seguir. O chá pode também ser utilizado para lavar as feridas. Basta molhar uma gaze ou uma bola de algodão neste chá e aplicar sobre a ferida, deixando atuar por 15 a 20 minutos.

Quando a ferida começar a criar uma "casquinha" não se deve retirá-la porque ela protege contra a entrada de micro-organismos. O que se pode fazer para ajudar na cicatrização é tomar 1 copo de suco de laranja concentrado porque ele é rico em vitamina C que ajuda na regeneração dos tecidos.

tua saude
Imagem: Dr André Senna

Jatobá - Casca


Jatobá é uma árvore que pode ser utilizada como planta medicinal no tratamento de problemas gastrointestinais ou respiratórios.

O seu nome científico é Hymenaea courbaril e suas sementes, cascas e folhas podem ser compradas em lojas de produtos naturais.

Para que serve o jatobá

A jatobá serve para cicatrizar feridas e tratar asma, blenorragia, cistite, cólicas, vermes, doenças respiratórias, feridas na boca ou no estômago, prisão de ventre, coqueluche, disenteria, má digestão, fraqueza, problemas de próstata, tosse e laringite.

Propriedades da jatobá

As propriedades da jatobá inclui sua ação adstringente, antibactericida, antiespasmódica, antifúngica, anti-inflamatória, antioxidante, balsâmica, descongestionante, diurética, estimulante, expectorante, fortificante, hepatoprotetora, laxante, tônica e vermífuga.

Modo de uso da jatobá

As partes utilizadas da jatobá são suas folhas, casca e sementes.

Chá de jatobá: Colocar 2 colheres de sopa das cascas numa panela com 1 litro de água e deixar ferver por 15 minutos. Beber 3 xícaras ao dia.
Efeitos colaterais da jatobá

Não estão descritos efeitos colaterais da jatobá.

Contraindicações da jatobá

Não são conhecidas contraindicações da jatobá.

Tua Saúde


domingo, 16 de março de 2014

Chlorella


A Chlorella possui importantes benefícios para nosso organismo como:

Auxiliar no tratamento de doenças degenerativas e estados de desnutrição, no restabelecimento da saúde da pele e nos tratamentos contra obesidade.
Desintoxica o sangue e regula a glicose, distúrbios digestivos e cardiovasculares, melhora a atividade cerebral, previne a anemia, ajuda na hipertensão, úlceras do estômago, duodeno e gastrites crônicas e tem ação cicatrizante.
É desintoxicante, normalmente da função instestinal, promovendo a reparação tecidual e integridade celular. O cálcio auxilia no tratamento das fraturas, enfraquecimento ósseo e osteoporose.
A parede celular da alga Chlorella sendo composta de microfibras de celulose e por polímeros carotenóides - Sporopollenin, promove várias ações importantes e benéficas no intestino: Melhora a funcionalidade do respectivo órgão, estimula o crescimento de bactérias benéficas da flora intestinal, absorve as substâncias tóxicas presentes na luz intestinal, além de promover um funcionamento regular dos movimentos peristálticos do sistema digestivo.

O alto teor de fósforo proporciona uma maiora atividade cerebral. também tem demosntrado excelentes resultados no combate à hipertensão e na redução dos níveis de colesterol triglicerídios. Também é rica em vitaminas do complexo B, principalmente a B12, vital na formação de regeneração das células sanguíneas que, juntamente com o ferro, fazem desta alga um produto indicado no tratamento e prevenção da anemia.

Um dos maiores benefícios da chlorella é seu uso como um agente anti-câncer, pois pode fortalecer o sistema imunológico.

Relatos científicos relatam que a Chlorella pode aumentar o nível de albumina no corpo. A albumina é uma proteína normalmente presente na corrente sanguínea que podem proteger contra doenças como câncer, diabetes, artrite, AIDS, pancreatite, cirrose, hepatite, anemia, e esclerose múltipla.

Há muito se sabe sobre as propriedade da clorofila, componente rico na Chlorella, atuando principalmente nas vias digestivas, reduzindo os maus odores tanto do hálito e das fezes, quanto do corpo em geral (axilas, suor, vias genitais, pés, etc).

A clorofila chlorella é reconhecidamente eficaz na cura da anemia, ajudando a estimular a produção de glóbulos vermelhos.

O uso constante da Chlorella como fortificante já foi constatado. Funciona como preventivo da necrose hepática e supre a falta de hidrocarbomato no organismo (Dr. Fink/Alemãnha).

A Chlorella também aumenta o crescimento de animais domésticos tornando-os mais saudáveis (Science Magazine, 1956).

Por ter tantas propriedades importantes, não é de se admirar seu uso como suplemento alimentar pelos astronautas da NASA em suas viagens espaciais.

Que pode fazer por mim a Chlorella?

Eliminar de seus tecidos os produtos químicos tóxicos incluindo o mercúrio e outros metais pesados;
Diminuir os triglicerídeos e os níveis maus de colesterol LDL enquanto aumenta os níveis de bom colesterol HDL;
Reduz a alta pressão sanguínea;
Aumenta o eliminador natural de imunidade nas células(NK);
Auxilia no tratamento de leucopenia (diminuição de leucócitos no sangue) causada pela quimioterapia;
Protege o DNA celular contra os danos da radiação;
Alivia as condições de artrites ou os ataques de dor por gota;
Equilibra os níveis de açúcar reduzindo/aumentando nos diabéticos e hipoglucémicos;
Conserta e previne úlceras e outros danos gástricos;
Reduz a severidade de todas as reações alérgicas e o asma;
Reduz o decline da cognição mental na doença do Alzheimer;
Acelera a cicatrização e ao reparação dos tecidos.

Indicações: ajudar na redução de peso; repor nutrientes, vitaminas e sais minerais; diminuir o apetite, sistema imunológico, funções intestinais, anemia, fraqueza, azia, gastrite, regeneração celular; normalizar a digestão e a função intestinal; estimular o crescimento e a recuperação dos tecidos; reduzir o envelhecimento precoce e a degeneração orgânica; fortalecer o sistema imunológico; proteger contra agentes poluentes e tóxicos; promover a desintoxicação orgânica, auxiliar no tratamento de doenças degenerativas e estados de desnutrição; auxilia no restabelecimento da saúde da pele e nos tratamentos contra a obesidade; desintoxicar o sangue e regular a glicose; distúrbios digestivos; distúrbios cardiovasculares; melhor e maior atividade cerebral; tratamento e prevenção de anemia; ajudar na hipertensão; úlceras do estômago, duodeno e gastrites crônicas, balancear a bioquímica do sangue.

Recomendações de uso:

Recomenda-se iniciar o consumo de Chlorella gradualmente após as refeições. Na primeira semana sugerimos 1 grama por dia. Nas semanas seguintes aumente a ingestão diária de forma gradual adicionando 250mg/dia por semana até atingir a quantidade 3 gramas.

Lembre-se que, como todo alimento funcional, os efeitos e benefícios da Chlorella serão percebidos após um tempo que pode variar de semanas até meses dependendo da resposta e assimilação de cada indivíduo.

A Chlorella não é um medicamento, sendo assim sua dosagem depende de uma série de fatores como peso, idade e condições clínicas individuais. Procure sempre testar, aumentando e diminuindo a dosagem, até encontrar seu ótimo custo-benefício analisando sempre as reações do seu organismo.

A dosagem diária de Chlorella pode ser relativa ao objetivo que se propõe conforme tabela abaixo:

Propósito
Dosagem de manutenção:      2-5 gramas/dia
Parte significativa de dieta:      6-10 gramas/dia
Construtor do sistema imune: 11-14 gramas/dia
Fonte de proteína preliminar: 12-19 gramas/dia
Recuperação de Saúde:  20-30 gramas/dia
Desintoxicação de metal pesado:  20-30 gramas/dia

Como auxiliar para um regime de emagrecimento, sugerimos que consuma Chlorella 30 minutos antes das refeições com água em abundância para acelerar o trânsito intestinal. As fibras da Chlorella aumentam seu volume com a absorção de água o que proporciona uma sensação de saciedade alimentar.

Em caso de dúvidas, sugerimos consultar um nutricionista ou médico quanto à utilização do produto.

Fonte: Pura Chlorella

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Como fazer escalda-pés

Alguém precisando fazer escalda-pés? aqui está a demonstração.
Indicado para estresse, cólica, pressão alta, dor de cabeça, febre...

"As coisas da natureza são bênçãos de Deus providas para dar saúde ao corpo, mente e espírito. São dadas para o bem, para conservá-los bem, e para restabelecer os doentes. Ligadas à hidroterapia, são mais eficientes em restaurar a saúde do que todas as drogas do mundo." (Refletindo a Cristo, pág. 137.2)




Família Santos




terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Spirulina


Spirulina é rica em proteínas e um poderoso antioxidante

Velha conhecida dos nutricionistas, a spirulina havaiana é comumente chamada de alga, quando na verdade ela é uma cianobactéria - bactéria capaz de fazer fotossíntese, como as plantas. O nutrólogo Roberto Navarro, da Associação Brasileira de Nutrologia, afirma que a spirulina é indicada para quem faz dieta hipocalórica, como uma forma de complementar o consumo de nutrientes. "Além disso, ela também é consumida por pessoas que estão se recuperando de cirurgias ou então alcoólatras, que precisam de um aporte nutricional maior", diz. No geral, ela é manipulada e receitada na forma de cápsula, e o consumo fica entre 500 até 2000mg por dia. Conheça todos os nutrientes presentes na spirulina e os benefícios que ela traz para o organismo:

Ajuda na saciedade

O nutrólogo Roberto Navarro, da Associação Brasileira de Nutrologia, explica que a spirulina contém uma substância chamada fenilalanina, que estimula a saciedade. "Quando consumida, ela forma uma espécie de gel no estômago, que desacelera o esvaziamento gástrico e diminui a fome", diz. Para atingir esse objetivo, o consumo deve ser feito antes das refeições.

Rica em proteínas

"Ela é rica nos chamados aminoácidos essenciais, que são aqueles que nosso organismo não consegue sintetizar, e portanto temos que buscar na alimentação", afirma o nutrólogo Roberto Navarro. A spirulina é composta de 53 a 62% de proteínas, muitas delas comparáveis as proteínas encontradas no leite e na soja. Ela é inclusive indicada como suplemento alimentar para atletas, explica o especialista.

Poderoso antioxidante

Um artigo europeu publicado na revista científica online Real Raw Food afirma que três gramas de spirulina têm mais antioxidantes e anti-inflamatórios do que cinco porções de frutas e vegetais. De acordo com os autores, comparando os níveis de fitonutrientes (antioxidantes encontrados em vegetais, também conhecidos como isoflavonas, carotenoides, e flavonoides), a spirulina é 31 vezes mais potente do que o mirtilo, 60 vezes mais potente do que o espinafre e 700 vezes mais potente que a maçã. Os antioxidantes ajudam a combater os radicais livres e auxiliam nos processos inflamatórios, ajudando a manter a pele jovem e prevenindo doenças como o câncer.

Cálcio para os ossos

A spirulina tem 180% mais cálcio do que o leite nas mesmas quantidades, segundo comprovou uma pesquisa de 2011 desenvolvida pelos pesquisadores da farmacêutica Cyanotech Corporation, nos Estados Unidos, e publicado na Real Raw Food. O cálcio é um importante aliado no fortalecimento dos ossos, contribuindo na prevenção da osteoporose. "Entretanto, que as melhores fontes de cálcio são os derivados de leite, justamente porque as quantidades de spirulina que deveriam ser ingeridas para ter os mesmos efeitos estão acima do recomendado", lembra o nutricionista Israel. Avaliando a tabela nutricional, a spirulina tem 10mg de cálcio para cada 3g.

Diminui o colesterol

De acordo com o nutricionista Israel Adolfo, de São Paulo, a spirulina contém ácidos graxos essenciais da família do ômega 6. "O principal deles é o gama-linolênico, que notoriamente ajuda a reduzir e prevenir o acúmulo de colesterol", diz. Uma revisão de estudos sobre a spirulina publicada em 2011 na revista online Hindawi Publishing Corporation afirma que seu consumo pode ajudar a reduzir o colesterol ruim (LDL). A análise foi feita por pesquisadores europeus da Liverpool University Hospitals, na Inglaterra, em parceira com o Hippocrateio Hospital e a University of Ioannina, ambos na Grécia.

Mais betacaroteno que a cenoura

"A spirulina apresenta quantidades significativas de betacaroteno, substância que pode ser convertida em vitamina A, e assim produzir seus efeitos", explica o nutricionista Israel. A vitamina, por sua vez, ajuda na produção e manutenção dos fios de cabelo, dentes, gengiva, glândulas, membranas, mucosas, olhos e pele. "Ela também é necessária para visão noturna e para podermos diferenciar as cores, além de ser essencial para o sistema imune", completa. A pesquisa da Cyanotech Corporation afirma que a spirulina tem 3.100% a mais de betacaroteno do que cenouras na mesma quantidade. Ainda que a spirulina seja uma fonte muito rica deste nutriente, vale ressaltar que não é possível mensurar quanto de betacaroteno será transformado em vitamina A, cuja necessidade diária é de 800mcg.

Mais ferro que o espinafre

A mesma pesquisa que fala sobre o cálcio menciona que a spirulina contém cerca de 5.100% mais ferro que o espinafre nas mesmas quantidades. O ferro atua no transporte de oxigênio no organismo e previne problemas como anemia, dor de cabeça e cansaço. Uma porção de spirulina contém cerca de 6,5mg de ferro, cuja necessidade diária varia de 11mg a 8mg para homens conforme a idade e de 15mg a 18mg para mulheres conforme a idade.

Cérebro funcionando com magnésio

"Estudos afirmam que a spirulina tem cerca de três a 15 vezes mais magnésio do que o arroz e as farinhas de trigo, milho e soja", explica Israel Adolfo. Dentre as funções do magnésio, estão atuar no funcionamento dos nervos e músculos, manutenção do ritmo cardíaco e resistência óssea, síntese de proteínas e regulação da pressão arterial. Cada 2g de spirulina contém 10mg de magnésio.

Zinco para fortalecer a imunidade

Essencial para o fortalecimento do sistema imunológico e com poder anti-inflamatório, o zinco é outro nutriente presente na spirulina (60mcg para cada 2g). "Seu teor de zinco é de quatro a 24 vezes maior do que as farinhas de trigo, milho e soja", afirma o nutricionista Israel. Nosso corpo precisa de 8mg diariamente.

                                                                         ***

O United Nations World Food Conference nomeou a Spirulina como a “best food for the future” (“melhor alimento para o futuro”). Mas, o que vem a ser a spirulina?
A spirulina é um tipo de alga azul-esverdeada que é rica em proteínas, vitaminas (A, B, C, D, E), minerais, e carotenoides (um tipo de antioxidante que protege as células contra degeneração). Ela contem nutrientes, incluindo os complexos da vitamina B (B1, B2, B3, B6, B9), betacaroteno,  potássio, sódio, cálcio, cromo, magnésio, manganês, fosforo, zinco, cobre, ferro, selênio, e ácido linolênico. A spirulina é feita basicamente de aminoácidos (62%) e lipídios (7%). E porque é uma fonte rica de proteínas e outros nutrientes, a spirulina tem sido usada como suplemento nutricional nos Estados Unidos.

A spirulina é encontrada em lagos tropicais e subtropicais com pH alto (alcalino) e concentração elevada de carbonato e bicarbonato. Essa alga prolifera em climas quentes e em águas mornas e alcalinas.
Em estudos in vitro, a spirulina inibe a replicação do HIV nas células T. Em estudos animais, a spirulina previne a destruição do coração causada pela quimioterapia com Doxorubicin, sem interferir na atividade antitumoral da droga.  A spirulina também aumenta a produção de anticorpos e outras células responsáveis pela imunidade e protege contra infecções crônicas como o herpes e a influenza. Em crianças malnutridas com ou sem infecção pelo HIV, a spirulina aumenta o peso e corrige a anemia.
Um estudo feito em 2008 em 150 pacientes com rinite alérgica, a spirulina reduziu significantemente a produção da secreção da pró-inflamatória Interleucina-4 e os pacientes experienciaram um alívio dos sintomas.

A Spirulina pode ser encontrada em pó, cápsulas ou comprimidos

Outro estudo feito com a spirulina comprovou que ela reduz os níveis de colesterol total, aumenta os níveis do colesterol HDL (o bom colesterol), diminui os triglicerídeos e, também, pode diminuir a pressão arterial (sistólica e diastólica). É também comprovado que a spirulina aumenta o potencial antioxidante em pacientes geriátricos, com efeito na redução da quantidade de creatininoquinase (o indicador da degeneração muscular) nestes indivíduos.
Ainda não comprovado pelo US National Institutes of Health, a spirulina ajuda na redução de peso. A spirulina é comercialmente disponível em  pó, cápsulas e comprimidos. A dose recomendada é de 500 mg por dia (só use com indicação médica ou de nutricionista). A contraindicação para o uso da spirulina é em pessoas que sofrem de fenilcetonúria (phenylketonuria). Essas pessoas não conseguem metabolizar o aminoácido fenilalanina, que é encontrado em abundância na spirulina.

Uso:
1 colher de chá de spirulina, pode-se misturar em suco de frutas ou água.

Minha Vida e Dr. Carlos Bayma

Suco de Noni



A fruta noni contém muitos alcaloides que ajudam o corpo humano a regenerar as células danificadas e a incrementar as defesas do organismo de forma natural.
O suco de noni dá suporte ao sistema imunológico, melhora o bem-estar, melhora a digestão, reduz inflamações e é um antioxidante efetivo.

Principais benefícios do suco de noni:

Torna a pressão sanguínea regular.
Atua como anti-inflamatório.
Ajuda a aliviar dores.
Aumenta os níveis de energia.
Reduz as probabilidades de ataques cardíacos.
Limpa e protege o sistema digestivo.
Ajuda a prevenir tumores.
Incrementa o nível de melatonina.
Eleva as defesas corporais.
Nutre o corpo de alcaloides.
Maximiza a potência sexual.


RECEITA DO SUCO DE NONI

INGREDIENTES

Dois nonis maduros (bem moles e de coloração amarelada) de tamanho médio

1 litro de suco de uva sem açúcar.


MODO DE PREPARO

Lave bem os frutos, parta-os em rodelas e os liquidifique bem com meio litro de suco de uva.

Passe esse suco na peneira e bata novamente no liquidificador, no modo normal, com mais meio litro de suco de uva.

Beba diariamente 100 mL desse suco, duas vezes por dia.

Conserve-o na geladeira por no máximo cinco dias.

Noni: você já ouviu falar ? (Clique Aqui)

Cura pela Natureza